Partners
Museu Berardo
Bacalhôa Vinhos de Portugal
Fundação Berardo





Copyright do artista
 Escada, José (1934 - 1980)
Portugal

Sem Título, 1972

Guache sobre papel;
30 x 40 cm
Década de 70

UID 102-188



Biografia

Nasceu em Lisboa. Diplomou-se pela Escola António Arroio em 1950, e em seguida pela ESBAL, onde conheceu o grupo com que haveria de formar, mais tarde, em Paris o KWY: Lourdes Castro, René Bèrtholo, Costa Pinheiro, Gonçalo Duarte e João Vieira. Expôs pela primeira vez em 1954, no Centro Nacional de Cultura e na VIII Exposição Geral de Artes Plásticas, na SNBA. Em 1960 foi bolseiro da FCG em Paris, cidade onde residiu até 1969 e onde integrou o grupo KWY. Durante a década de 50, a obra de Escada aproxima-se do abstraccionismo lírico. Participou na I Exposição Geral de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian, em 1957. Integra o Movimento Nacional de Renovação da Arte Religiosa que, em paralelo com o que se passava noutros países de maioria católica, se propunha modernizar a decoração e a arquitectura de edifícios destinados a este culto. Em 1956, é um dos artistas a participar na Exposição de Arte Sacra Moderna, que teve lugar em Lisboa. José Escada deixou uma obra de grande sensibilidade, na pintura formas recortadas e dobradas que lembram formas orgânicas, e se repetem em simetria, por vezes em papel de cor, por vezes em folha de metal. Expôs em Portugal: em 1965, na Galeria Divulgação, e em 1967, na Galeria Buchholz (Novas Iconologias) e na Galeria Quadrante (O Objecto). Em França, integra o 17ème Salon de la Jeune Peinture (Paris) e publica entretanto Les Cinq Signes, uma edição KWY. Regressa a Portugal em 1968 e vem a falecer em 1980, realizando-se pouco tempo depois a primeira retrospectiva da sua obra, organizada pela Secretaria de Estado da Cultura.



Exposiçõess

Face - a - Face
Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo (SMAM-CB), Portugal
02-10-2001 ~ 30-04-2001





Colecções em Destaque









© 2017 The Berardo Collection All Rights Reserved.