Partners
Museu Berardo
Bacalhôa Vinhos de Portugal
Fundação Berardo





Copyright do artista
 Noronha da Costa, Luís (1942 - )
Portugal

Sem Título, 1971

Óleo sobre tela;
48 x 57 cm
Década de 70

UID 102-410



Biografia

Nasceu em Lisboa. Pintor e cineasta, arquitecto diplomado pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Interessado nas questões da percepção, Noronha da Costa acabaria por transferir, no final dos anos 60, algumas das suas preocupações para o campo do objectualismo, criando objectos que apontavam para um interesse pelos aspectos ópticos. Tratava-se da colocação de espelhos que provocavam no espectador percepções específicas, p.ex. um jogo de reflexos e transparências que colocavam os objectos e o plano do suporte em imagens coincidentes. Os anos 70 foram marcados por vários trabalhos na área do cinema experimental. Poucos anos depois Noronha da Costa voltaria à pintura, transportando para esta a experimentação das questões da imagem e da percepção. Na pintura "Sem título", 1977, uma pequena paisagem diurna com cipreste e nuvem desfocada, repete-se em rectângulos definidos por grelha preta, com a sombra da mesma, que provoca um efeito espacial de suspensão sobre a própria pintura, excepto no rectângulo na imagem focada. Apresentou a primeira exposição individual em Lisboa, 1967, na Galeria Quadrante. Em 1969 participou na X Bienal de S. Paulo e foi-lhe atribuído o prémio da Crítica Soquil. Em 1970 integra a representação portuguesa à XXXIV Bienal de Veneza. Selecção de exposições individuais: 1973 e 1976 Galeria Christoph Dürr, Munique; 1973 Centro Cultural Português, Paris (com Eduardo Nery); 1975 Cinemateca de Paris; 1983 Galeria Rencontre, Bruxelas, 2003-04 Centro Cultural de Belém. Selecção de exposições colectivas: 1970 Alternativa Zero; 1978 “Portuguese Art Since 1910”, Londres; 1986 “Le XXème au Portugal”, Bruxelas. 1983 e 2002 Retrospectiva, Fundação Calouste Gulbenkian.






Colecções em Destaque









© 2017 The Berardo Collection All Rights Reserved.