Partners
Museu Berardo
Bacalhôa Vinhos de Portugal
Fundação Berardo





Copyright do artista
 Riopelle, Jean-Paul (1923 - 2002)
Canadá

Abstraction (Orange), 1952

Óleo sobre tela;
99 x 197.5 cm
Escola de Paris

UID 102-487



Biografia

Pintor e escultor canadiano. Desde muito cedo, começou a desenhar e a pintar paisagens a partir da natureza. Entre 1939 e 1941 estudou no Politécnico de Montreal ao mesmo tempo que fazia um curso de Arquitectura por correspondência. Em 1941 abandona temporariamente a pintura e de 1943 a 1945 estuda na Ecole des Beaux-Arts de Montreal. Riopelle e outros artistas da mesma corrente, mais tarde conhecidos como os automatistas, encontravam-se frequentemente no estúdio de Paul-Emile Borduas para discutir as suas ideias e o seu interesse pela Arte Abstracta, pelo Surrealismo e pelas técnicas do Automatismo. Visitou Paris pela primeira vez em 1946, onde se estabeleceu no ano seguinte. Foi incluído por André Breton e Marcel Duchamp na última exposição colectiva do movimento surrealista na Galeria Maeght em Paris. Nesta mesma cidade teve oportunidade de relacionar-se com artistas como Georges Mathieu, Maria Helena Vieira da Silva, Nicolas de Stäel e outros pintores abstractos da Escola de Paris. Depois de ter abandonado a pintura durante o ano de 1955, Riopelle afastou-se da fórmula de mosaico, utilizando uma manipulação da tinta mais variada. A partir de finais da década de 50, os seus trabalhos deixaram de ser exclusivamente abstractos para terem como ponto de partida representações de paisagens e de animais. Em 1951 e 1955 participou na Bienal de São Paulo, e em 1954 na Bienal de Veneza. Em 1958 começou igualmente a modelar esculturas para bronze fundido, que exibiu pela primeira vez em 1962. Em 1959 e 1964 participou nas documenta 2 e 3 em Kassel e em 1962 recebeu o Prémio de Arte atribuído pela UNESCO. A partir de meados dos anos 60, Riopelle alarga o seu leque de técnicas e materiais: escultura, pastel, litografia, colagem, esmalte, acrílico e mosaico. Depois de 1970 passou grande parte do tempo no Quebec. Em 1972 teve uma exposição individual no Musée d'Art Moderne de la Ville de Paris e em 1981 uma retrospectiva no Musée National d'Art Moderne, também em Paris.



Exposiçõess

Colecção Berardo - Um Percurso pelo Século XX
Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo (SMAM-CB), Portugal
04-12-2004 ~ 30-04-2005

Colecção Berardo
Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo (SMAM-CB), Portugal
17-05-1997 ~ 31-08-1997

Colecção Berardo Collection 1917-1999
Centro Cultural de Belém (CCB), Portugal
27-01-2000 ~ 27-08-2000

Durante o Fim - Rui Chafes
Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo (SMAM-CB), Portugal
15-10-2000 ~ 14-01-2001

Contemporâneos de Arpad Szenes e Vieira da Silva na Collecção Berardo
Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva, Portugal
06-03-2002 ~ 16-06-2002

Nova Apresentação da Colecção Berardo
Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo (SMAM-CB), Portugal
08-11-1999 ~ 01-03-2000

De Miró á Warhol. La Collection Berardo á Paris
Musée du Luxembourg, França
16-10-2008 ~ 22-02-2009


Bibliografia

Colecção Berardo Collection 1917-1999, 2000
Published by CCB - Centro Cultural de Belém
ISBN 972817652X

Contemporâneos de Arpad Szenes e Vieira da Silva na Colecção Berardo, 2002
Published by Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva
ISBN 9728467192

The Berardo Collection – Sintra Museum of Modern Art, 1996
Published by Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo
ISBN 9729739105







Colecções em Destaque









© 2017 The Berardo Collection All Rights Reserved.